Vitivinicultura no Brasil

O Brasil é o único país do mundo onde há três tipos de viticultura: para produção de uvas, sucos e vinhos. Os dois principais fatores que asseguram essa possibilidade e diferenciam três macrorregiões produtoras são as condições climáticas e o manejo das videiras.

Na primeira região, onde se pratica a denominada viticultura tradicional, a viticultura é realizada em climas temperado e subtropical há mais de um século, nos estados do Sul e Sudeste, regiões em que são produzidos vinhos e sucos. A videira é podada e as uvas são colhidas uma vez por ano, assim como ocorre nos outros países produtores do mundo, em ambos os Hemisférios Norte e Sul.

A segunda viticultura está localizada no Vale do São Francisco, em clima tropical semiárido, onde são produzidos os “vinhos e sucos tropicais”. Nestas condições, a videira é podada e as uvas colhidas duas vezes por ano, e podem ocorrer podas e colheitas em praticamente todos os dias e semanas do ano.

A terceira viticultura iniciou em 2004, no Sudeste, tendo posteriormente se expandido para o Centro-Oeste e Nordeste do Brasil, em altitudes entre 600-1.200 m, onde estão sendo produzidos os “vinhos de inverno”. Nestas condições, as videiras são podadas duas vezes ao ano, sendo uma poda de formação e outra de produção, com uma colheita no inverno, entre os meses de junho e agosto.

A totalidade de área plantada de vinhedos no Brasil em 2018 é de aproximadamente 74.500 hectares, com uma produção de 1,6 milhão de toneladas (2018- PAM IBGE), sendo mais ou menos a metade das uvas destinadas para consumo in-natura (uvas de mesa) e 50% para processamento (vinhos, sucos e derivados); não produzimos uvas passas em escala comercial.

A região Sul do Brasil concentra 59% da produção nacional de uvas, tendo uma área total de vinhedos de 54.820 hectares e uma produção de 938.986 toneladas de uvas.

O estado do Rio Grande do Sul é o maior produtor nacional, com área de vinhedos de 46.858 hectares e produção de 823.698 toneladas (51,7%) de uvas colhidas em 2018, tendo uma alta dispersão de municípios produtores. Destacam-se os municípios de Flores da Cunha (107. 540 ton.), Bento Gonçalves (86.316 ton.) e Caxias do Sul (64.220 ton.).

O estado de Santa Catarina possui uma área de vinhedos de 4.016 hectares de vinhedos e produção de 58.261 toneladas de uvas, que corresponde a 3,66% da produção nacional, e também se caracteriza por uma alta dispersão de municípios produtores de uva.

O estado do Paraná possui uma área de 3.946 hectares de vinhedos e produção de 57.036 toneladas de uvas, que corresponde a 3,58% da produção nacional, e também se caracteriza por uma alta dispersão de municípios produtores de uva.

A região Nordeste é segunda maior em produção de uvas (501.875 ton.), contribuindo com 31% da produção do país em 2018, estando concentrada no Vale do Rio São Francisco.

O estado de Pernambuco é o maior produtor de uvas da região, com área de vinhedos de 8.745 hectares e produção de 426.392 toneladas de uvas; destaque para o município de Petrolina, que com área de vinhedos de 6.250 hectares e produção de 333.750 toneladas de uvas, é o município brasileiro que mais produz uvas; outro município de destaque é Lagoa Grande com área de vinhedos de 1.550 hectares e produção de 61.500 toneladas de uvas.

O estado da Bahia possui uma área de 1.962 hectares de vinhedos e uma produção de 60.524 toneladas de uvas, sendo destaque os municípios de Juazeiro, com área de vinhedos de 1.100 hectares e produção de 33.500 toneladas de uvas e o município de Casa Nova, com área de vinhedos de 800 hectares e produção de 25.400 toneladas de uvas.

A região Sudeste é a terceira maior em produção de uvas (157.218 ton.), contribuindo com 10% da produção nacional em 2018.

O estado de São Paulo é o maior produtor da região, com área de 7.238 hectares de vinhedos e produção de 138.055 toneladas de uvas em 2018, com destaque para a região de Campinas, Jundiaí e São Miguel Arcanjo.

O estado de Minas Gerais possui área de 1.088 hectares de vinhedos e produção de 15.800 toneladas de uvas, com destaque para a região do sul mineiro e região de Pirapora.

O estado do Espirito Santo possui área de 198 hectares de vinhedos e produção de 3.194 toneladas de uvas.

O estado do Rio de Janeiro possui área de 17 hectares de vinhedos e produção de 169 toneladas de uvas.

A região do Centro Oeste possui uma área de vinhedos de 153 hectares (4.044 ton.), sendo 100 hectares em Goiás (2.747 ton.) e 53 hectares em Mato Grosso (1.297 ton.)

Área de vinhedos em hectares / Produção de uvas em toneladas

Destinação das uvas produzidas no Brasil

Processamento

Este total de 818.287 toneladas de uvas foram processadas, gerando aproximadamente 600 milhões de litros de vinhos, suco de uvas e outros derivados.

Deste total o estado do Rio Grande do Sul é responsável por mais de 90% das uvas processadas no Brasil e os dados estatísticos são referente ao mesmo, nos quais apontam uma produção de 542.152.503 litros em 2018, sendo distribuídos pelas seguintes categorias:

Sucos de uvas (35%)

  • Suco de uva integral- 34.367.966 litros (6,33%)
  • Suco de uva concentrado- 155.499.550 litros (28,67%)

Vinhos (47,4%)

  • Vinhos de mesa (americanas e hibridas)- 218.375.636 litros (40,3%)
  • Vinhos finos (Vitis viniferas)- 38.707.220 litros (7,1%)

Mosto simples e outros derivados (17,6%)

  • Mosto simples- 88.910.980 litros (16,4%)
  • Outros derivados- 6.291.121 litros (1,2%)

Comercialização

Vinhos finos

A produção de vinhos finos no Brasil em 2018 é estimada em torno de 45 milhões de litros, sendo 38.707.220 provenientes do estado do Rio Grande do Sul e outros 6 milhões de litros ((vinhos e espumantes) dos estados de Pernambuco, Bahia, Minas Gerais, São Paulo e Santa Catarina.

A comercialização de vinhos finos (vinhos e espumantes) é em torno de 157 milhões de litros, sendo 38 milhões (24%) de vinhos finos nacional e 119 milhões (76%) de litros de vinhos finos importados (2018).

Observar que estes números referem-se a importação e produção, e não a venda efetiva no atacado/varejo.

Com isto temos um déficit na nossa balança comercial de 356 milhões de dólares.

Mercado Vitivinícola no Brasil

Consumo per capita em 2019, considerando a população total do Brasil

  • 1,73 litros de vinhos, sendo 1,58 litros de vinhos tranquilos e 0,15 de espumantes
  • 1,46 litros de suco de uvas
  • 3,40 kg de uvas de mesa
  • 0,13 kg de uvas passas

Fonte- https://ainfo.cnptia.embrapa.br/digital/bitstream/item/215377/1/COMUNICADO-TECNICO-214-Publica-602-versao-2020-08-14.pdf

História do vinho no Brasil

Regiões Vitivinícolas de variedades Vitis viniferas

Rio Grande do Sul

Santa Catarina

Paraná

São Paulo

Minas Gerais

Vale do São Francisco

Centro- Oeste

Um site WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: