Mendoza

No centro-oeste do território, aos pés da cordilheira dos Andes, Mendoza, com 153.029 hectares de vinhedos, concentra 70% do total de vinhedos da Argentina e a maior quantidade de vinícolas do país. Isto a transforma na mais importante província vitivinícola e um dos principais centros produtores do mundo.

A Cordilheira dos Andes registra em Mendoza suas maiores altitudes: com 6.959 metros o Aconcágua é o cume mais alto da América. A presença dos Andes, que age como barreira para os ventos úmidos do Pacifico, somado à distância do oceano Atlântico, modelam o clima gerando condições ideais para o cultivo da videira.

A altitude, o clima continental, a heterogeneidade de solos, a água proveniente do degelo (que formam seus importantes oásis), a complementação com águas subterrâneas, a amplitude térmica, constituem fatores fundamentais na implantação dos vinhedos entre 430 a 1.610 metros sobre o nível do mar, e para a produção de vinhos de excelente qualidade, que se somam a uma profunda tradição vitivinícola; aonde é a Malbec a casta mais cultivada.

O alto grau de desenvolvimento alcançado pela vitivinicultura, somado às novas pesquisas impulsionadas por uma geração de produtores inquietos, tem levado à identificação de microrregiões com atributos diferenciais de terroir, refletindo o caráter diverso da vitivinicultura argentina.

Regiões.

O território de Mendoza pode ser dividido em cinco grandes sub-regiões, que outorgam características particulares a cada variedade: Norte (Lavalle e Las Heras), Leste (San Martin, Rivadavia, Junín, Santa Rosa e La Paz), Sul (San Rafael e General Alvear), Centro/Primeira Zona (Luján de Cuyo e Maípu) e Valle de Uco (Tunuyán, Tupungato e San Carlos).

Desde 2000 a região de Mendoza vem sofrendo transformações nas áreas de vinhedos plantados, com decréscimo nas regiões Leste e Sul, estabilizadas nas regiões Centro e Norte e um grande acréscimo na região do Valle de Uco.

Norte- 14.974 hectares

  • Lavalle- 13485 hectares
  • Las Heras- 1.489 hectares

Leste- 64.828 hectares

  • San Martin- 28.423 hectares
  • Rivaldavia- 15.284 hectares
  • Junín- 11.477 hectares
  • Santa Rosa- 9.368 hectares
  • La Paz- 275 hectares

Sul- 17.140 hectares

  • San Rafael- 13.224 hectares
  • General Alvear- 3.916 hectares

Primeira Zona- 27.844 hectares

Luján de Cuyo- 15.543 hectares

Possui 03 GI (Indicação Geográfica): Agrelo, Las Compuertas e Perdriel

Maipú- 11.710 hectares

Possui 03 GI: Barrancas, Cruz de Pedra e Lulunta

Guayamallén- 591 hectares

Godoy Cruz- 0,7 hectares

Valle de Uco- 28.243 hectares

Tupungato- 10.056 hectares

Possui 01 GI: Gualtallary

Tunuyán- 9.574 hectares

Possui 04 GI: Los Chacayes, San Pablo, Tunuyán e Vista Flores.

San Carlos- 8.613 hectares

Possui 01 GI: Paraje Altamira

Castas/Uvas

Um site WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: