Enopira Probat Maximum 2021

França Século XXI

Apresentação- Luiz Otávio Peçanha

LOCAL: ENOPIRA

Rua Mamede Freire nº 79             Piracicaba SP

FONE: (019) 3424-4319-  Cel. (19) 982040406

luizotaviol@uol.com.br

http://www.enopira.com.br

DIA: 02/12/2021 (Quinta-Feira)                                

HORÁRIO: 20:00

Vagas- 18

VINHOS APRESENTADOS:

  1. Clos Fourtet Saint Emilion 2015- R$ 2.500,00
  2. Château Clinet Pomerol 2015- R$ 2.500,00
  3. Château Troplong Mondot Saint Emilion 2015- R$ 2.500,00
  4. Château L’Evangile Pomerol 2015- R$ 4.500,00
  5. Château Gazin Pomerol 2012- R$ 1.500,00
  6. Château Haut-Bailly Pessac 2012- R$ 2.000,00
  7. Château Pape Clement Pessac 2009- R$ 3.500,00
  8. Château Leoville Las Cases Saint-Julien 2009- R$ 4.000,00
  9. Chapoutier Ermitage Le Pavillon 2005- R$ 5.000,00
  10. La Mondotte Saint Emilion 2005- R$ 5.000,00
  11. Château Ausone Saint Emilion 2003- R$ 10.000,00
  12. Château Petrus Pomerol 2001- R$ 36.000,00

***********************************************

APÓS A DEGUSTAÇÃO SERÁ SERVIDO: Gigot D’Agneau avec Gratin Dauphinois

Preço por pessoa- R$ 5.000,00

Situação- Lotada.

Degustação Enopira Probat Maximum 2021

Enopira- 02/12/2021

Vinhos apresentados:

  • Château Gazin Pomerol 2012

Produtor- Château Gazin- Pomerol- Bordeaux- França

Castas- 100% Merlot

Teor alcoólico- 14,5%

Amadurecimento- 18 meses em barricas (50% novas) de carvalho francês.

Preço- E$ 150- R$ 1.500,00

Serviço- Decantado por uma hora e servido a 18º C

Muito bom vinho, frutado, boa estrutura, madeira bem integrada, bom retrogosto. Nota 91, meu décimo segundo melhor vinho.

Obteve 17 pontos, ficando na décima segunda posição.

  • Château Haut-Bailly Grand Cru Classé Pessac-Léognan 2012

Produtor- Château Haut-Bailly- Léognan- Bordeaux- França

Castas- 60% Cabernet Sauvignon e 40% Merlot

Teor alcoólico- 13%

Amadurecimento- 18 meses em barricas (50% novas) de carvalho francês.

Preço- E$ 150- R$ 1.500,00 

Serviço- Decantado por duas horas e servido a 18º C

Muito bom vinho, muito boa estrutura, frutas negras e vermelhas, boa acidez, notas minerais, tostado, excelente retrogosto. Nota 94, surpreendente esforço numa safra mediana, meu sétimo melhor vinho.

Obteve 63 pontos, ficando na nona posição.

  • Château Clinet Pomerol 2015

Produtor- Château Clinet- Pomerol- Bordeaux- França

Castas- 90% Merlot, 9% Cabernet Sauvignon e 1% Cabernet Franc

Teor alcoólico- 14%

Amadurecimento-16 meses em barricas (65% novas) de carvalho francês.

Preço- E$ 200- R$ 2.000,00

Serviço- Decantado por duas horas e servido a 18º C

Muito boa estrutura, taninos finos, especiarias, muito bom retrogosto. Nota 92, meu décimo primeiro melhor vinho.

Obteve 39 pontos, ficando na décima primeira posição.

  • Clos Fourtet 1er Grand Cru Classé Saint Émilion 2015

Produtor- Philippe Cuvelier- Saint Émilion- Bordeaux- França

Castas- 88% Merlot, 10% Cabernet Sauvignon e 2% Cabernet Franc

Teor alcoólico- 14%

Amadurecimento- 18 meses em barricas (60% novas) de carvalho francês.

Preço- E$ 200- R$ 2.000,00

Serviço- Decantado por duas horas e servido a 18º C

Muito boa estrutura, bom equilíbrio, amora, tostado, muito bom retrogosto. Nota 93, meu décimo melhor vinho.

Obteve 51 pontos, ficando na décima posição.

  • Château L’Evangile Pomerol 2015

Produtor- Chãteau L’Evangile- Pomerol- Bordeaux- França

Castas- 84% Merlot e 16% Cabernet Franc

Teor alcoólico- 15,5%

Amadurecimento- 18 meses em barricas (70% novas) de carvalho francês.

Preço- E$ 300- R$ 3.000,00

Serviço- Decantado por duas horas e servido a 18º C

Excelente vinho, pronto desde o abrir, evoluiu bem no decanter, muito boa estrutura, bom equilíbrio, boa acidez, sápido, frutas negras e vermelhas maduras, madeira bem integrada, excelente retrogosto. Nota 95, meu terceiro melhor vinho., melhor custo benefício da noite

Obteve 110 pontos, ficando na quinta posição.

  • Château Troplong Mondot 1er Grand Cru Classé Saint Emilion 2015

Produtor- Château Troplong Mondot- Saint Émilion- Bordeaux- França

Castas- 90% Merlot, 8% Cabernet Sauvignon e 2% Cabernet Franc

Teor alcoólico- 15,5%

Amadurecimento- 18 meses em barricas (85% novas) de carvalho francês.

Preço- E$ 200- R$ 2.000,00

Serviço- Decantado por duas horas e servido a 18º C

Muito boa estrutura, taninos finos, evoluiu muito bem no decanter, frutado, especiarias, muito bom retrogosto. Nota 94, meu oitavo melhor vinho.

Obteve 97 pontos, ficando na sétima posição.

  • Château Pape Clement Grand Cru Classé Pessac-Léognan 2009

Produtor- Château Pape Clement- Pessac- Bordeaux- França

Castas- 51% Cabernet Sauvignon e 49% Merlot

Teor alcoólico- 14%

Amadurecimento- 18 meses em barricas de carvalho francês.

Preço- E$ 200- R$ 2.000,00

Serviço- Decantado por duas horas e servido a 18º C

Muito boa estrutura, bom equilíbrio, frutas negras e vermelhas, ameixa, chocolate amargo, leve nota de arreio, especiarias, excelente retrogosto. Nota 94, meu sexto melhor vinho.

Obteve 01 primeiro lugar, somando 116 pontos e ficando na quarta posição.

  • Château Leoville Las Cases Saint-Julien 2009

Produtor- Château Leoville Las Cases- Saint Julien- Bordeaux- França

Castas- 76% Cabernet Sauvignon, 15% Merlot e 9% Cabernet Franc

Teor alcoólico- 13,5%

Amadurecimento-20 meses em barricas (80% novas) de carvalho francês.

Preço- E$ 350- R$ 3.500,00

Serviço- Decantado por quatro horas e servido a 18º C

Completamente fechado e duro no abrir, somente depois de 4 horas de decanter é que começou a abrir e continuou evoluindo.

Muito boa estrutura, perfil mais austero, frutas negras, ameixa, especiarias, pimenta negra, tomilho, chocolate, tostado, excelente retrogosto. Nota 94 +, meu quinto melhor vinho.

Obteve 107 pontos, ficando na sexta posição.

  • Chapoutier Ermitage Le Pavillon 2005

Produtor- M.Chapoutier- Tain- Rhône- França

Castas- 100% Syrah de vinhedos centenários

Teor alcoólico- 14%

Amadurecimento- 20 meses em barricas (30% novas) de carvalho francês.

Preço- E$ 400- R$ 4.000,00

Serviço- Decantado por duas horas e servido a 18º C

Vinho já pronto no abrir, já evoluído, abriu um pouco no decanter, depois na taça apareceu um pouco de oxidado, mais para uma parte dos degustadores e menos para outros; eu já tinha avisado que seria o vinho da discórdia.

Muito boa estrutura, no auge para menos (só abrindo outra garrafa para ter certeza), notas exóticas (páprica, curry), groselha, ameixa, tamarindo, amadeirado, excelente retrogosto. Nota 94, meu nono melhor vinho.

Obteve 77 pontos, ficando na oitava posição.

  • La Mondotte (Premier Grand Cru Classé) Saint Emilion 2005

Produtor- Comtes de Neippergg- Saint Émilion- Bordeaux- França

Castas- 80% Merlot e 20% Cabernet Franc

Teor alcoólico- 14,5%

Amadurecimento- 18 meses em barricas novas de carvalho francês.

Preço- E$ 450- R$ 4.500,00

Serviço- Decantado por duas horas e servido a 18º C

Muito boa estrutura, bom equilíbrio, frutas vermelhas, café, especiarias, excelente retrogosto. Nota 94+, meu quarto melhor vinho.

Obteve 02 primeiro lugar, somando 130 pontos e ficando na terceira posição.

  • Château Ausone 1er Grand Cru Classé “A” Saint Emilion 2003

Produtor- Famille Vauthier- Saint Émilion- Bordeaux- França

Castas- 50% Cabernet Franc e 50% Merlot

Teor alcoólico- 13,5%

Amadurecimento- 21 meses em barricas novas de carvalho francês

Preço- E$ 1.000- R$ 10.000,00

Serviço- Decantado por duas horas e servido a 18º C

Já pronto no abrir, não evoluiu, mas também não decaiu com o decanter.

Excelente vinho, muito equilibrado, sutil, elegante, notas de cedro, especiarias, frutas e madeira completamente integradas, excelente retrogosto. Nota 96, meu segundo melhor vinho.

Obteve 04 primeiro lugar, somando 133 pontos e ficando na segunda posição.

  • Château Petrus Pomerol 2001

Produtor- Château Petrus (Moueix)- Pomerol- Bordeaux- França

Castas- 100% Merlot

Teor alcoólico- 13,5%

Amadurecimento- 20 meses em barricas (50% novas) de carvalho francês.

Preço- E$ 4.000- R$ 40.000,00

Serviço- Decantado por três horas e servido a 18º C

Um pouco fechado no abrir, evoluiu muito bem após 3 horas de decanter.

Excelente vinho, muito equilibrado, viril, frutas vermelhas, boa acidez, madeira nobre, notas exóticas (sândalo/pelica?), excelente retrogosto. Nota 97+, meu melhor vinho.

Obteve 07 primeiro lugar, somando 152 pontos e ficando na primeira posição.

Para comer de entrada tivemos um caldinho de Robalo, harmonizado com o Jerez Tio Pepe, e depois da degustação tivemos um pernil de cordeiro com batatas gratinadas.

Um site WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: