DO Cava

DO Cava

http://www.docava.es/

Esta D.O. é exclusiva dos melhores vinhos espumantes espanhóis de qualidade. Ela engloba várias áreas no noroeste do país, de Rioja, a oeste de Gerona, ao sul de Valencia, mas a maior parte da produção (99%) vem da região da Cataluña no município de San Sadurní d’Anoia, próximo a Barcelona e a Villafranca de Penedés. Como os outros vinhos espumantes existentes no mundo, os Cavas foram inspiradas no Champagne francês e muitas deles são feitas pelo método “tradicional” ou “champenoise”, o mesmo utilizado na elaboração dos Champagnes franceses, com os quais muitos Cavas equivalem-se em qualidade.

Os Cavas apresentam versões diferentes, conforme o seu grau de açúcar residual, podendo classificar-se em:

– Extra-Brut ou Brut-Nature (até 6 g de açúcar / litro)

– Brut (até 15 g / litro)

– Extra-seco (12 a 20 g / litro)

– Seco (17 a 35 g / litro)

– Semi-seco (33 a 50 g / litro)

– Dulce (superior a 50 g / litro).

Com relação à sua elaboração, os Cavas podem ser produzidas por três diferentes métodos:

1. Cava ou método tradicional – é idêntico ao método Champenoise, original francês, onde o vinho sofre uma segunda fermentação na garrafa com formação de bolhas.

2. De Transferência – difere do anterior pelo fato de que no fim do processo o espumante é transferido para uma nova garrafa.

3. Granvás – equivale ao método francês Charmat, onde o vinho sofre a segunda fermentação em grandes tanques de aço inox pressurizados.

Além dos Cavas, a Espanha produz um outro tipo de vinhos espumantes que não devem ser com elas confundidos, pois se tratam de vinhos de qualidade inferior, baratos, que pertencem à categoria vino gasificado e são elaborados mediante a adição do gás CO2 em vinho tranqüilo.

Como os Champagnes, as Cavas são espumantes finos e adequados para serem apreciados puros ou acompanhando os mais diferentes tipos de alimentos, do aperitivo (os tipos secos) à sobremesa (os tipos doces).

Uvas permitidas:

Uvas Brancas: Chardonnay, Macabeo (Viura), Malvasía Riojana (Subirat), Parellada e Xarel-lo

Uvas Tintas: Garnacha e Monsatrell

Áreas de produção:

  1. Catalunya, concentra mais de 95% dos Cava produzidos:
  2. Barcelona- 63 municípios
  3. Tarragona- 52 municípios
  4. Lleida- 12 municípios
  5. Girona- 05 municípios
  6. La Rioja- 18 municípios
  7. Pais Basco- 03 municípios
  8. Aragón- 02 municípios
  9. Navarra- 02 municípios
  10. Extremadura (Badajoz)- 01 município
  11. Comunidade Valenciana (Valencia)- 01 município
  12. Castilla y León (Burgos)-Bodega  Peñalba Lopez

Em 2012 foram 32.355 hectares de vinhas inscritas para produção de uvas para a elaboração de Cavas, distribuídas nas seguintes variedades:

  1. Macabeo (Viura)- 11.390,00- cruzamento da Heben (Gibi) com a Brustiano Faux
  • Xarel-lo- 7.970,66
  • Parellada- 7.044,40
  • Chardonnay- 2.902,87
  • Garnacha tinta- 1.075,74
  • Trepat- 1.004,23 (somente para Rosé)
  • Pinot Noir- 865,62
  • Subirat Parent(Malvasia Riojana)- 73,25- cruzamento da Heben com a Tortozon (Rojal tinta X Heptakilo).
  • Monastrell- 28,49

Em 2012 tiveram 253 empresas elaborando Cavas, com uma produção de 243.232 mil garrafas (182.422 hl), sendo destinadas 161.407 mil garrafas para o mercado externo e 81.825 mil garrafas para o mercado interno.

É interessante notar a evolução da produção e de mercado, aonde em 1990 foram elaboradas 139.726 mil garrafas (92.500 mercado interno e 47.226 externo); em 2000 foram elaborados 196.751 mil garrafas (99.732 mercado interno e 97.019 externo).

Podemos observar um aumento consistente na produção de Cava, aumento este absorvido pelas exportações, já que o consumo interno mais ou menos se estabilizou na ordem de 85/90 milhões de garrafas.

Desta produção, 209.622.542 garrafas foram do tipo Crianza (9 meses ), 29.078.424 garrafas do tipo Reserva (15 meses) e 4.531.057 garrafas do tipo Gran Reserva (30 meses)

Corpinnat- Cor- Coração; Pin- Penedés; Nat- Nascida

https://www.corpinnat.com/

Em 2018 seis adegas (Gramona, Llopart, Nadal, Recaredo, Sabaté i Coca e Torelló), produtoras de espumantes no coração de Penedés fundaram a Corpinnat, com o objetivo de com regras mais exigentes, só elaborarem espumantes de grande qualidade.

Logo após mais três adegas (Can Feixes, Julia Bernet e Mas Candi) se juntaram ao grupo.

Em janeiro de 2019 resolveram abandonar a DO Cava e se fixar em suas próprias regras, procurando se distanciar dos Cavas de preços baixos, produzidos em escala industrial.

Um site WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: