Degustação Top Priorat 2017

Enopira Priorat Top 2017

Apresentação- Luiz Otávio Peçanha

LOCAL: ENOPIRA

Rua Mamede Freire nº 79             Piracicaba SP

FONE: (019) 3424-1583-  Cel. (19) 982040406

luizotaviol@uol.com.br

www.enopira.com.br

DIA: 01/06/2017 (Quinta-Feira)                                

HORÁRIO: 20:00

VINHOS APRESENTADOS:

  1. La Creu Alta 2014- R$ 1.000,00
  2. Terroir al Limit Les Manyes 2014- R$ 2.000,00
  3. Ferrer Bobet Seleccio Especial 2013- R$ 700,00
  4. Doix Coster de Vinyes Velles 2012- R$ 800,00
  5. Clos Mogador 2009- R$ 700,00
  6. Clos Figueres 2008- R$ 650,00
  7. Alvaro Palacios Finca Dofi 2005- R$ 700,00
  8. Clos Martinet 2005- R$ 800,00
  9. Vall Lach 2001- R$ 1.000,00
  10. Alvaro Palacios L’Ermita 1996- R$ 4.000,00

***********************************************

Após a degustação será servido: Arròs de Conill, Guatlla, Costelles de Senglar, Carxofes i Ceps

PREÇO POR PESSOA: R$ 1.000,00

Situação: Lotada

Enopira Top Priorat 2017

Enopira- 01/06/2017

Vinhos apresentados:

  • Finca Dofi 2005

Produtor- Alvaro Palacios (1989)- Gratallops- Priorat- Espanha

Castas- 60% Garnacha, Cariñena, Cabernet Sauvignon, Merlot e Syrah.

Teor alcoólico- 14,5%

Amadurecimento- 16 meses em barricas novas de carvalho francês.

Preço- R$ 700,00

Serviço- Decantado por uma hora e servido a 16º C

Excelente vinho, constrastando o nariz acanhado com uma boca marcante.

Muito equilibrado, boa acidez, frutas vermelhas, notas minerais, tostado, leve menta e aniz, excelente retrogosto. Nota 94, meu quarto melhor vinho da noite.

Depois foi se apagando na evolução de taça.

Obteve 75 pontos, ficando na sétima posição.

  • Ferrer Bobet Selecció Especial Vinyes Velles 2013

Produtor- Ferrer Bobet (2002)- Porrera- Priorat- Espanha

Castas- 100% Cariñena

Teor alcoólico- 14,5%

Amadurecimento- 18 meses em barricas de carvalho francês.

Preço- R$ 700,00

Serviço- Decantado por três horas e servido a 16º C

Muito bom vinho, estruturado, frutas em geleia, tostado, chocolate, especiarias, leve tamarindo, excelente retrogosto. Nota 92+, meu nono melhor vinho da noite.

Obteve 51 pontos, com um primeiro lugar, ficando na nona posição.

  • Vall Llach 2001

Produtor- Vall Llach (1998)- Porrera- Priorat- Espanha

Castas- 65% Cariñena, 25% Merlot e 10% Cabernet Sauvignon.

Teor alcoólico- 14,5%

Amadurecimento- 17 meses em barricas novas de carvalho francês.

Preço- R$ 1.000,00

Serviço- Decantado por uma hora e servido a 18º C

Excelente vinho, no auge, abriu um pouco com o decanter e manteve-se inalterado ao longo da prova.

Viril, elegante, boa acidez, madeira bem integrada, pimenta, leve alcaçuz, excelente retrogosto. Nota 95, meu segundo melhor vinho da noite.

Obteve 88 pontos, com um primeiro lugar, ficando na quarta posição.

  • Doix Coster de Vinyes Velles 2012

Produtor- Mas Doix (1998)- Poboleda- Priorat- Espanha

Castas- 55% Cariñena e 45% Garnacha

Teor alcoólico- 14,5%

Amadurecimento- 16 meses em barricas novas de carvalho francês.

Preço- R$ 800,00

Serviço- Decantado por duas horas e servido a 16º C

Muito bom vinho, estruturado, viril, taninos finos, tostado alto, madeira, chocolate amargo, especiarias, excelente retrogosto. Nota 93, meu sétimo melhor vinho da noite.

Obteve 39 pontos, ficando na décima posição.

  • La Creu Alta 2014

Produtor- Bodegas Mas Alta (1999)- La Villela Alta- Priorat- Espanha

Castas- 50% Cariñena, 30% Garnacha e 20% Syrah

Teor alcoólico- 15,5%

Amadurecimento- 18 meses em barricas (80% novas) de carvalho francês.

Preço- R$ 1.000,00

Serviço- Decantado por quatro horas e servido a 16º C

Excelente vinho, muito novo, grande estrutura, taninos finos e muito agradáveis, frutas negras maduras, leve cocada preta, pimenta, tomilho, álcool bem integrado e excelente retrogosto. Nota 94, meu quinto melhor vinho da noite.

Obteve 101 pontos, com um primeiro lugar, ficando na segunda posição.

  • Clos Mogador 2009

Produtor- Clos Mogador (1989)- Gratallops- Priorat- Espanha

Castas- 44% Garnacha, 21% Cariñena, 19% Cabernet Sauvignon e 16% Syrah

Teor alcoólico- 14,5%

Amadurecimento- 18 meses em barricas (300 l) de carvalho francês.

Preço- R$ 700,00

Serviço- Decantado por duas horas e servido a 16º C

Excelente vinho, nariz um pouco velho, com couro rustico.

Na boca mostrou-se muito estruturado, complexo, viril, leve picante, frutas negras maduras, tostado, tabaco, especiarias e excelente retrogosto. Nota 94+, meu terceiro melhor vinho da noite.

Obteve 97 pontos, com um primeiro lugar, ficando na terceira posição.

  • Clos Figueres 2008

Produtor- Clos Figueras (1997)- Gratallops- Priorat- Espanha

Castas- 85% Garnacha e Cariñena, 10% Syrah e 5% Cabernet Sauvignon/Mourvedre

Teor alcoólico- 14,5%

Amadurecimento- 14 meses em barricas de carvalho francês.

Preço- R$ 650,00

Serviço- Decantado por duas horas e servido a 18º C

Muito bom vinho, frutas negras e vermelhas, madeira bem integrada, baixa acidez, especiarias, muito bom retrogosto. Nota 92, meu décimo melhor vinho da noite.

Teve uma boa melhora na evolução de taça, principalmente na parte olfativa, mas eu já tinha implicado com ele.

Obteve 86 pontos, ficando na quinta posição.

  • Clos Martinet 2005

Produtor- Mas Martinet (1989)- Gratallops- Priorat- Espanha

Castas- Garnacha, Cariñena, Cabernet Sauvigon, Merlot e Syrah

Teor alcoólico- 14,5%

Amadurecimento- 22 meses em barricas de carvalho francês.

Preço- R$ 800,00

Serviço- Decantado por duas horas e servido a 18º C

Muito bom vinho, sutil, complexo, elegante, muito equilibrado, frutas vermelhas e pretas maduras, madeira bem integrada, taninos finíssimos, especiarias e excelente retrogosto. Nota 93+, meu sexto melhor vinho da noite.

Obteve 79 pontos, ficando na sexta posição.

  • Alvaro Palacios L’Ermita Velles Vinyes 1996

Produtor- Alvaro Palacios (1989)- Gratallops- Priorat- Espanha

Castas- Garnacha

Teor alcoólico- 13,5%

Amadurecimento- 18 meses em barricas novas de carvalho francês.

Preço- R$ 4.000,00

Serviço- Decantado por uma hora e servido a 16º C

Excelente vinho, viril, elegante, complexo, muito equilibrado, boa acidez, notas minerais, taninos finíssimos e muito agradáveis, frutas e madeira bem integrada, notas defumadas, especiarias e excelente retrogosto. Nota 96, meu melhor vinho da noite.

Obteve 138 pontos, com 11 primeiro lugar, ficando na primeira posição.

  • Terroir al Limit Les Manyes 2014

Produtor- Terroir Al Limit (2003)- Torroja del Priorat- Priorat- Espanha

Castas- 100% Garnacha

Teor alcoólico- 13,5%

Amadurecimento- 20 meses em tanques de cimento de 1200 l.

Preço- R$ 2.000,00

Serviço- Decantado por quatros horas e servido a 16º C

Vinho com perfil completamente diferente dos demais.

No abrir mostrou aromas vinosos, lembrando gammay, com floral intenso (cera da noite e violeta) e muita groselha.

Mostrou uma excelente evolução no decanter.

Corpo médio, frutado (cereja, groselha), taninos finos, notas minerais, fumaça, notas terrosas, leve garrigue com excelente retrogosto.

Muito bom vinho, mas eu prefiro as versões do 2012 e 2010, com um pouco de madeira e mais complexidade.

Se nas versões anteriores triangulava com Bourgogne, Piemonte e Rhône, nesta versão de 2014 ficou linear, com Chateauneuf, Fleurie e Pommard.

Nota 92+, meu oitavo melhor vinho da noite.

Obteve 71 pontos, ficando na oitava posição.

Após a degustação tivemos um Arròs de Conill, Guatlla, Costelles de Senglar, Carxofes i Ceps, que ficou muito bom, e na minha opinião harmonizou melhor com os vinhos menos intensos.

Um site WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: