Degustação Petit Verdot 2015

Degustação de vinhos pelo mundo

A Petit Verdot

LOCAL: ENOPIRA

Rua Mamede Freire nº 79             Piracicaba SP

FONE: (019) 3424-1583-  Cel. (19) 982040406

luizotaviol@uol.com.br

http://www.enopira.com.br 

DIA: 11/06/2015 (Quinta-feira)          HORÁRIO:20:00 h

VINHOS APRESENTADOS:

  1. Casa Silva Gran Reserva Petit Verdot 2007-Chile- R$ 95,00
  2. Perez Cruz Chaski Petit Verdot 2011– Chile- R$ 150,00
  3. Dona Maria Petit Verdot 2009- Portugal- R$ 200,00
  4. Casarena Lauren’s Petit Verdot 2011- Argentina- R$ 210,00
  5. Viña Alicia Cuartzo 2007- Argentina- R$ 290,00
  6. Finca Coronado Petit Verdot 2004- Espanha- R$ 354,00

Após a degustação será servido: Rabada

PREÇO POR PESSOA: R$ 150,00

 Vagas limitadas

Castas pelo mundo- Petit Verdot

Enopira- 11/06/2015

Vinhos apresentados:

  • Casa Silva Gran Reserva Petit Verdot 2007

Produtor- Viña Casa Silva- San Fernando- Colchagua- Chile

Castas- 100% Petit Verdot

Teor alcoólico- 14%

Amadurecimento- 12 meses em barricas (65% novas) de carvalho frânces.

Preço- R$ 95,00

Serviço- Decantado por meia hora e servido a 18º C

Granada escuro, frutas acidas, especiarias, alcool +, leve verdor, tostado, caramel, bom retrogosto. Nota 87

  • Chaski Petit Verdot 2011

Produtor- Perez Cruz- Paine- Maipo- Chile

Castas- 92% Petit Verdot e 8% Carmenère

Teor alcoólico- 14,5%

Amadurecimento- 15 meses em barricas (40% novas) de carvalho frânces

Preço- R$ 150,00

Serviço- Decantado por uma hora e servido a 18º C

Retinto, frutas vermelhas e pretas (jabuticaba, amora Morus), tamarindo, especiarias, tostado, bom equilibrio e excelente retrogosto. Nota 90+, meu terceiro melhor vinho da noite.

Obteve 02 segundo lugar e 03 terceiro lugar, somando 07 pontos.

  • Dona Maria Petit Verdot 2009

Produtor- Dona Maria (Julio Bastos)- Estremoz- Alentejo- Portugal

Castas- 100% Petit Verdot

Teor alcoólico- 14,5%

Amadurecimento- 12 meses em barricas novas de carvalho francês.

Preço- R$ 200,00

Serviço- Decantado por uma hora e servido a 18º C

Nariz rustico, madeira, tostado, boa acidez, leve amargor, tomilho, geleia de cereja, ginja e bom retrogosto. Nota 89

Obteve 02 terceiro lugar, somando 02 pontos.

  • Casarena Lauren’s Petit Verdot 2011

Produtor- Bodega Casarena- Perdriel- Lujan de Cuyo- Mendoza- Argentina

Castas- 100% Petit Verdot

Teor alcoólico- 14,7%

Amadurecimento- 18 meses em barricas novas de carvalho francês.

Preço- R$ 210,00

Serviço- Decantado por duas horas e servido a 18º C

Retinto, frutas negras maduras, tostado, chocolate amargo, tamarindo, tabaco, louro, bom equilibrio, boa estrutura e excelente retrogosto. Nota 92, meu melhor vinho da noite.

Obteve 05 primeiro lugar, 05 segundo lugar e 03 terceiro lugar, somando 28 pontos.

  • Viña Alicia Cuartzo 2007

Produtor- Viña Alicia (Peñiwen)- Lujan de Cuyo- Mendoza- Argentina.

Castas- 95% Petit Verdot, 2,5% Carignan e 2,5% Grenache Noir.

Teor alcoólico- 14%

Amadurecimento-16 meses em barricas de carvalho francês.

Preço- R$ 290,00

Serviço- Decantado por uma hora e servido a 18º C

Frutas negras maduras, bom equilibrio, tostado, tabaco e bom retrogosto. Nota 90

Obteve 04 segundo lugar e 03 terceiro lugar, somando 11 pontos.

Eu já provei o Cuartzo em melhores condições que este, que estava meio acanhado, um pouco curto de retrogosto e não evoluiu no decanter; ou uma má garrafa ou está entrando em declinio.

  • Finca Coronado Petit Verdot 2004

Produtor- Finca Coronado- Argamasilla- La Mancha-Espanha

Castas- 100% Petit Verdot

Teor alcoólico- 14%

Amadurecimento- 24 meses em barricas de carvalho Allier.

Preço- R$ 354,00

Serviço- Decantado por uma hora e servido a 18º C

Rubi escuro com reflexos alaranjados, nariz com notas terciárias, couro, notas terrosas, leve iodado/balsamico, souis bois.

Na boca estava muito agradável destoando do nariz, viril, taninos agradaveis, tostado, licor de jabuticaba, marinhola, pimento, caramel e excelente retrogsoto. Nota 91+, foi meu segundo melhor vinho da noite.

Obteve 08 primeiro lugar, 02 segundo lugar e 02 terceiro lugar, somando 30 pontos.

Para mim vinho no auge de evolução, com tendência de declinio.

Todos os vinhos acompanharam muito bem a rabada com polenta e agrião.

Abs,

Luiz Otávio

Um site WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: