Degustação de Barolo 2020

Degustação de Barolo

Apresentação- Luiz Otávio Peçanha

LOCAL: ENOPIRA

Rua Mamede Freire nº 79             Piracicaba SP

FONE: (019) 3424-4319-  Cel. (19) 982040406

luizotaviol@uol.com.br

http://www.enopira.com.br

DIA: 20/08/2020 (Quinta-Feira)                                

HORÁRIO: 20:00

Vagas- 15

VINHOS APRESENTADOS:

Benvenuto:

– Espumante Ferrari Maximum Rosé Extra Brut NV

– Duo Capeletti in Brodo di Pollo, Zafferano e Prosciutto di Parma

  1. Renato Ratti Marcenasco 2014- R$ 800,00
  2. Pio Cesare Barolo Ornato 2014- R$ 1.400,00
  3. Giacomo Borgogno Barolo 2013- R$ 500,00
  4. Rivetto Barolo Leon Riserva 2012- R$ 1.500,00
  5. Cascina Ballarin Barolo Bussia 2006- R$ 1.000,00
  6. Elio Grasso Barolo Riserva Runchot 2000- R$ 1.500,00
  7. Gaja Sperrs 2000- R$ 2.500,00
  8. Giovanni Accomasso Barolo Rocchette 1969- R$ 4.000,00
  9. Aldo Conterno Barolo 1964- R$ 4.000,00
  10. Giacomo Conterno Barolo 1964- R$ 4.000,00

APÓS A DEGUSTAÇÃO SERÁ SERVIDO: Brasato al Barolo com Polenta Tartufada

PREÇO POR PESSOA: R$ 1.800,00

Degustação de Barolo

Enopira- 20/08/2020

Vinhos apresentados:

  • Renato Ratti Marcenasco DOCG 2014

Produtor- Renato Ratti- La Morra- Piemonte- Itália

Castas- 100% Nebbiolo de vinhedo Marcenasco na MGA Giachini em La Morra

Teor alcoólico- 13,5%

Amadurecimento-24 meses em botti de carvalho (25 e 50 hl)

Preço- R$ 800,00

Serviço- Decantado por duas horas e servido a 18º C

Boa tipicidade, nariz exuberante com notas de rosas, cereja, leve funghi, boa estrutura, bom equilíbrio, muito bom retrogosto. Nota 91+, meu nono melhor vinho.

Obteve 52 pontos, ficando na nona posição.

  • Pio Cesare Barolo Ornato DOCG 2014

Produtor- Pio Cesare- Alba- Piemonte- Itália

Castas- 100% Nebbiolo de vinhedo na MGA Ornato em Serralunga d’Alba.

Teor alcoólico- 14,5%

Amadurecimento-36 meses em carvalho francês (70% em barricas novas e 30% em botti)

Preço- R$ 1.400,00

Serviço- Decantado por duas horas e servido a 18º C

Perfil mais viril, álcool aparecendo um pouco, excelente estrutura, notas de kirsch, leve pimenta, excelente retrogosto. Nota 93, meu sétimo melhor vinho.

Obteve 95 pontos, ficando na quinta posição.

  •  Giacomo Borgogno Barolo DOCG 2013

Produtor-Giacomo Borgogno- Barolo- Piemonte- Itália

Castas- 100% Nebbiolo de vinhedos nas MGA Cannubi, Cannubi San Lorenzo, Fossati, Liste, San Pietro delle Viole em Barolo.

Teor alcoólico- 14%

Amadurecimento- 48 meses em botti de carvalho (45 hl) da Slavonia.

Preço- R$ 500,00

Serviço- Decantado por duas horas e servido a 18º C

Perfil mais simples e rustico, frutas vermelhas, taninos + duros, boa estrutura, bom retrogosto. Nota 90, meu décimo melhor vinho.

Obteve 30 pontos, ficando na décima posição.

  • Rivetto Barolo Leon Riserva DOCG 2012

Produtor- Rivetto- Serralunga D’Alba- Cuneo- Piemonte- Itália

Castas- 100% Nebbiolo de vigneto nas MGA Serra, Manocino e San Bernardo em Serralunga d’Alba.

Teor alcoólico- 14,5%

Amadurecimento- 40 meses em botti de carvalho francês e da Slavonia.

Preço- R$ 1.500,00

Serviço- Decantado por duas horas e servido a 18º C

Perfil viril, excelente estrutura, rico com camadas de sensações, notas de alcatrão, sândalo, frutas e madeira muito bem integradas, muito bom retrogosto. Nota 93+, meu sexto melhor vinho.

Obteve um primeiro lugar, somando 107 pontos e ficando na terceira posição.

  • Cascina Ballarin Barolo Bussia DOCG 2006

Produtor- Cascina Ballarin- La Morra- Cuneo- Piemonte- Itália

Castas- 100% Nebbiolo de vigneto na MGA Bussia de Monforte D’Alba

Teor alcoólico- 14,5%

Amadurecimento- 24 meses em barricas de carvalho francês.

Preço- R$ 1.000,00

Serviço- Decantado por duas horas e servido a 18ºC

Para mim no auge, nariz já aparecendo terciários, notas de couro, madeira molhada, musgo, muito boa estrutura, excelente retrogosto. Nota 94, meu quinto melhor vinho.

Obteve um primeiro lugar, somando 94 pontos e ficando na sexta posição.

  • Elio Grasso Barolo Riserva Runcot DOCG 2000

Produtor- Elio Grasso- Monforte d’Alba- Piemonte- Itália

Castas- 100% Nebbiolo de vigneto Runcot (Gavarini) na MGA Ginestra

Teor alcoólico- 14,5%

Amadurecimento- 40 meses, sendo 24 meses em barricas novas de carvalho Allier.

Preço- R$ 1.500,00

Serviço- Decantado por uma hora e servido a 18º C

Outro vinho que para mim está no auge, embora com um perfil mais moderno, está tudo muito bem integrado, com notas de amora, leve tostado, notas de Bayles, excelente retrogosto. Nota 94, meu quarto melhor vinho.

Obteve 05 primeiro lugar, somando 123 pontos e ficando na segunda posição.

  • Gaja Sperrs Langhe DOC 2000 (1992 DOCG/1996 DOC Langhe/2013 DOCG)

Produtor- Gaja- Barbaresco- Cuneo- Piemonte- Itália

Castas- 94% Nebbiolo e 6% Barbera de vigna Sperss no vigneto na MGA Marenca e Rivette em Serralunga D’Alba

Teor alcoólico- 14%

Amadurecimento- 12 meses em barricas de carvalho francês e 18 meses em Botti.

Preço- R$ 2.500,00

Serviço- Decantado por quatros horas e servido a 18ºC

Fechado no abrir, demorou quatro horas para abrir no decanter, perfil viril, elegante, complexo, muita estrutura, excelente retrogosto. Nota 95, meu terceiro melhor vinho.

Obteve 04 primeiro lugar, somando 126 pontos e ficando na primeira posição.

  • Giovanni Accomasso Barolo Rocchette DOC 1969

Produtor- Giovanni (Lorenzo) Accomasso- Annunziatta-La Morra- Piemonte

Castas- 100% Nebbiolo de vigna Rochette na MGA Rocche dell’Annunziatta

Teor alcoólico- 13,8%

Amadurecimento- em botti de carvalho da Slavonia e damigiane.

Preço- R$ 4.000,00

Serviço- Decantado para retirada das borras e servido a 18º C

Para mim já passou do seu auge, mas não está decrépito, corpo médio, estrutura um pouco mais frágil, notas de sulfato ferroso, leve própolis, bom retrogosto. Nota 92+, meu oitavo melhor vinho.

Obteve 02 primeiro lugar, somando 71 pontos e ficando na oitava posição.

  • Aldo Conterno Barolo 1964

Produtor- Poderi Aldo Conterno- Monforte D’Alba- Piemonte- Itália

Castas- 100% de Nebbiolo de vigneto da zona de Monforte

Teor alcoólico- 13,5%

Amadurecimento- 4 anos em botti de carvalho da Slavonia.

Preço- R$ 4.000,00

Serviço- Decantado para retirada das borras e servido a 18º C

Ainda com boa estrutura, notas de couro, leve alcatrão, notas ferrosas, terrosas (cúrcuma), notas de nêspera, leve limão cravo, perfil um pouco mais rustico que o Giacomo Conterno. Nota 95, meu segundo melhor vinho.

Obteve 83 pontos, ficando na sétima posição.

  • Giacomo Conterno Barolo 1964

Produtor- Giacomo Conterno- Monforte D’Alba- Cuneo- Piemonte- Itália

Castas- 100% Nebbiolo de vigneto da zona de Monforte

Teor alcoólico- 13,5%

Amadurecimento- 4 anos em botti de carvalho da Slavonia.

Preço- R$ 4.000,00

Serviço- Decantado para retirada das borras e servido a 18º C

Ainda com boa estrutura, notas de couro, leve alcatrão, notas de bergamota, notas de kirsch, perfil mais sutil, elegante e complexo que o vinho anterior, excelente retrogosto. Nota 96, meu melhor vinho.

Obteve 03 primeiro lugar, somando 99 pontos e ficando na quarta posição.

A minha dúvida era se os Barolos Aldo e Giacomo Conterno 1964 eram os mesmos vinhos, mas no abrir pude constatar que eram vinhos diferentes.

A Poderi Aldo Conterno só surgiu em 1969 e fiquei intrigado de ter um vinho de 1964, e enviei um email para o Giacomo Conterno (filho de Aldo Conterno), que me explicou que ao separarem em 1969, eles dividiram os vinhos que estavam na cantina 50/50 para cada um dos irmãos; o 1964 ainda estava em botti ou em Damigiane (garrafões de vidros) e que posteriormente cada um engarrafou seu vinho (as garrafas e rolhas são diferentes); também me disse que não necessariamente os vinhos seriam iguais, pois cada um poderia ter ficado com vinhos de uvas de procedência de vinhedos diferentes; o que acredito que pude constatar nestas duas garrafas; naquela época as uvas eram compradas de terceiros e na atualidade as uvas do Aldo vem principalmente de vinhedos de Monforte (MGA Bussia e Perno) e as uvas do Giacomo vem de Serrralunga (do vinhedo MGA Francia comprada em 1974 e da MGA Arione, esta última comprada em 2015, por 7 milhões de euros os 9 hectares).

No meu modo de ver, uma degustação bastante didática, tanto no perfil dos vinhos apresentados (estilos e safras variadas), como na percepção variada da preferência dos participantes.

Um site WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: