Bracciola/Brajola/Bife a Rôle

Ingredientes:

– 1kg de Coxão Mole, Coxão Duro ou Miolo de Paleta em bife de grossura média a fina, limpos e sem gordura (o tamanho dos bifes vão determinar o tamanho da bracciola).

– 2 a 3 cenouras cortadas em palitos

– 1 alho porró cortado em palitos

– 1 talo de salsão cortado em palito

– 1 cebola cortada em tiras

– 4 a 6 fatias de bacon

– Sal e pimenta do reino (ou tempero)

– 20 ml de cognac ou armagnac

– Palito de dente

– 5 dentes de alho

– 4 folhas pequenas de louto

– 1 pedaço pequeno de canela em pau

– 3 a 4 pimentas da Jamaica

– 1 Anis estrelado

– 100 g de funghi porcini italiano

– 500 ml de molho de tomate italiano sem pele

– 200 ml de bom vinho tinto

Roux

– 1 colher de farinha de trigo

– 1 colher de manteiga

– 50 ml de vinho tinto

Modo de fazer:

– Tempere os bifes com sal e pimenta

– Coloque as fatias de bacon em cima do bife

– Coloque a cenoura, alho porró, salsão, cebola em cima do bacon e na ponta do bife

– Espalhe um pouco de armagnac em cima dos legumes

– Enrole o bife, começando pelo lado dos legumes, apertando bem; feche os rolos de carne com os palitos de dente (se for grande pode amarrar com barbante).

– Reserve os bifes e o resto dos legumes.

– Numa panela de ferro (ou de pressão se preferir mais rápido), adicione um pouco de azeite e frite um pouco de bacon.

– Retire o bacon e belisque os mesmo com uma caipirinha

– Na gordura quente sele bem os rolos de carne de todos os lados, retire da panela e reserve.

– Na mesma panela, adicione o alho laminado e o resto de legumes, refogue bem até murchar.

– Adicione o funghi porcini (pode ser seco mesmo, não precisa hidratar, pois vai hidratar no molho, e como o porcini italiano não tem areia igual o chileno, não precisa coar).

– Deglace a panela com 100 ml de vinho.

– Adicione as especiarias (louro, canela, aniz e pimenta, que acondicionou numa peneirinha de chá, na falta da mesma, coloque direto).

– Adicione o molho de tomate e deixe levantar fervura

– Adicione os rolos de carne

– Cozinhe uns 5 minutos e adicione os 100 ml restantes de vinho.

– Tampe a panela, abaixe o fogo e cozinhar até a carne ficar macia (1h30 na panela de ferrro; 30 minutos na pressão).

– Obs- com 30 minutos de cozimento, retire a peneirinha de especiarias (fica muito forte, se cozinhar até o final).

– Após a carne ficar no ponto, verifique o tempero e corrija o sal/pimenta se achar necessário.

– Retire a carne e fatie se preferir para servir.

– Obs- eu gosto do molho na textura que fica no final do cozimento, nem muito fino, mas também não muito espesso; se preferir o molho mais grosso faça um roux com a manteiga, farinha de trigo e o vinho e acrescente no molho para engrossar.

– Retorne a carne para o molho se for servir na panela, ou disponha a carne numa travessa e despeje o molho por cima.

Acompanhamentos (conforme ocasião ou preferência):

– Massa (Pappardelle, Tagliatelle, Fettuccini, etc…)

– Polenta

– Arroz

Vinhos:

– Um bom vinho, de preferência de Sangiovese ou Nebbiolo, mas pode ser também um bom Nerello Mascalese ou Aglianico; o Primitivo na minha opinião não acompanha a estrutura e complexidade deste prato.

Um Barbera barricado, Teroldego Rotaliano ou mesmo um bom Valpolicella Ripasso pode também ficar bom, a testar.

Um site WordPress.com.

Acima ↑

<span>%d</span> blogueiros gostam disto: